Fundo

sábado, 2 de abril de 2011

Autismo! Vc sabe o que é?

Hoje, dia 02 de Abril, é o Dia Mundial de Consientização do Autismo. Vc sabe o que é? O que significa? Não! Então leia aqui...

Imagem oficial da Campanha.

O autismo é um transtorno definido por alterações presentes antes dos três anos de idade e que se caracteriza por alterações qualitativas na comunicação, na interação social e no uso da imaginação, de acordo com a ASA (Associação Americana de Autismo.)

O distúrbio foi descrito pela primeira vez em 1943, pelo médico austr''iaco Leo Kanner. Nos anos 1950 e 1960, o psicólogo Bruno Bettelheim afirmou que a causa do autismo seria a indiferença da mãe, que denominou de "mãe geladeira". Nos anos 1970 essa teoria foi rejeitada e passou-se a pesquisar as causas do autismo. Hoje, sabe-se que o autismo está ligado a causas genéticas associadas a causas ambientais. Dentre possíveis causas ambientais, a contaminação por metais pesados, como o mercúrio e o chumbo, têm sido apontada como forte candidatos, assim como problemas na gestação. Outros problemas, como uso de drogas na gravidez ou infecções nesse período, também devem ser considerados.

Apesar do grande número de pesquisas e investigações clínicas realizadas em diferentes áreas e abordagens de trabalho, não se pode dizer que o autismo é um transtorno claramente definido.

Segundo a ASA, indivíduos com autismo usualmente exibem pelo menos metade das características listadas a seguir:
  1. Dificuldade de relacionamento com outras pessoas
  2. Riso inapropriado
  3. Pouco ou nenhum contato visual
  4. Aparente insensibilidade à dor
  5. Preferência pela solidão; modos arredios
  6. Rotação de objetos
  7. Inapropriada fixação em objetos
  8. Perceptível hiperatividade ou extrema inatividade
  9. Ausência de resposta aos métodos normais de ensino
  10. Insistência em repetição, resistência à mudança de rotina
  11. Não tem real medo do perigo (consciência de situações que envolvam perigo)
  12. Procedimento com poses bizarras (fixar objeto ficando de cócoras; colocar-se de pé numa perna só; impedir a passagem por uma porta, somente liberando-a após tocar de uma determinada maneira os alisares)
  13. Ecolalia (repete palavras ou frases em lugar da linguagem normal)
  14. Recusa colo ou afagos
  15. Age como se estivesse surdo
  16. Dificuldade em expressar necessidades - usa gesticular e apontar no lugar de palavras
  17. Acessos de raiva - demonstra extrema aflição sem razão aparente
  18. Irregular habilidade motora - pode não querer chutar uma bola, mas pode arrumar blocos
Pois é gente, o autismo é coisa séria e se percebido nos primeiros anos de vida de uma pessoa pode ter o tratamento adequado de forma a amenizar os efeitos ao longo de seu crescimento; assim, fique de olho e se alguém que vc conhece tem essas características encaminhe-a à psicólogos para o devido diagnóstico e tratamento.


Neste link aqui vc encontra os diversos Centros de Tratamento especializados neste distúrbio em diversos estados de nossa federação.

Quem sabe ajudamos alguém que está precisando de assitência? Pequenas atitudes... grandes realizações! ;D

Excelente Sábado para nós e volte aqui amanhã qdo postarei (atrasadinha) o resultado do Sorteio de Aniversário de 6 meses do bloguito.

7 comentários:

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

oi Anninha

A primiera vez que ouvi falar de autismo foi na faculdade porque tinha um professor que tinha um filho autista..isso foi lá em 1987. sou formada em serviço sicial, mas nunca exerci.

bjão ,depois volto pra ver a sortuda!!

Ana Paula Gervason disse...

Ótimo post...quanto mais cedo maior possibilidade de se viver melhor!!!
Aguardando ansiosa o sorteio!

Bjss e um ótimo final de semana...

http://toutlamour.blogspot.com/

Mônica Gervason disse...

Oi Ana
Adorei o seu post hoje!
Sou educadora e lido com crianças autistas e estou sempre procurando me inteirar mais e mais.
Beijinhos
Mônica

Anita disse...

Ana, os vizinhos da nossa casa de praia(que depois que meu pai faleceu, aluguei e não frequento mais), tem um filho autista e acompanhamos o crescimento e a vida dessa família em detalhes, onde a mãe se tornou fonoaudióloga para lidar melhor com o filho. Atualmente esse rapaz encontra-se com mais de 30 anos e ainda traz, apesar e todo amor e cuidados da família muitos problemas. Ótimo post, bjs.

Jéh Reolon disse...

Oi Anna...
ótimo post.. Nossa aprendi muito.. muitos sintomas eu nem conhecia!!
Aqui em Porto Alegre está rolando várias campanhas legais sobre o autísmo!! Super válido!!
Um beijo, e um ótimo findi!
Jéh

jeito simples disse...

Oi princesa!!!!
Parabéns pela postagem de utilidade pública!!! Adoro essas iniciativas. Você, de fato é uma mulher de valor.
Um ótimo fim de semana!
Se precisar, não se acanhe. Ligue.
Bjos e saudades!

Adriana H. Tavares disse...

Meu nome é Adriana de Holanda Tavares, criei um blog junto com meu esposo para ajudar pessoas que precisam, maiores informações entra lá: chabebevirtual.blogspot.com precisamos que você contribua, com divulgação ou com um mimo... vai lá, como diz o poeta: FICA SEMPRE UM POUCO DE PERFUME NAS MÃOS DE QUEM OFERECE ROSAS, NAS MÃOS QUE SABEM SER GENEROSAS