Fundo

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Sentar-se ao lado de um negro!

People, amanhã é dia de comemoração de aniversário de Proclamação da República de nosso país, mas o que dizer da independência das pessoas? Isso mesmo!


Dia destes recebi uma msg que me fez pensar bastante no tipo de pessoa que estamos criando para esse mundão de Deus e, independente de nascer em berço de ouro ou não, está pecando muito por aí. Vamos a msg...

"Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar na classe econômica e viu que estava ao lado de um passageiro negro. Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.
_Qual o problema, senhora?, pergunta a comissária..
_Não está vendo?' - respondeu a senhora.
_Vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Você precisa me dar outra cadeira.
_Por favor, acalme-se. Disse a aeromoça. _Infelizmente, todos os lugares estão ocupados; porém, vou ver se ainda temos algum disponível.
A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.
_Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre na classe econômica. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar na classe econômica. Temos apenas um lugar na primeira classe.
Antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continuou:
_Veja, é incomum que a nossa companhia permita à um passageiro da classe econômica se assentar na primeira classe, mas tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável.
Dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:
_Desta forma senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe.
E todos os passageiros próximos, que, estupefatos assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns de pé."

Muita gente me chama de louca pq amo o que faço e se tiver de fazer respiração boca-a-boca num trabalhador de obra sujo, suado e desdentado, farei (como já fiz um dia), pois para mim respeito ao próximo se aprende em casa e deve fazer parte do nosso dia-a-dia sem pensar em conta bancária e posição social.

Se você é contra o racismo, seja ele qual for, deixe aqui sua opinião.

'O que me preocupa não é o grito dos maus, mas sim o silêncio dos bons.

10 comentários:

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

É Anninha a gente tem que ter mais coração... só o coração nos coloca ao lado do outro.
essa frase final me lembrou um filme que assiti outro dia, O MENINO de pijamas, ou algo assim. é a historia de um menino alemão que fica amigo de um menino judeu. Um final surpreendente certamente nos faz chegar a conclusão desta frase.

bjo no seu coração amiga

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

Voltei, o nome do filme é o menino do pijama listrado, se vc não viu, fica a indicação, bju, bom dia!

Neli Rodrigues disse...

Já tinha recebido um email com essa estória e achei fantástico. Sou contra preconceito de qualquer forma, e do meu modo luto por um mundo melhor, sempre ensinando o que é certo pros meus filhos, afinal, eu tenho o meu pezinho na senzala,rsrs...com mto orgulho!!!
Bjs♥

Ley Freitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ley Freitas disse...

Olá Ana!

Também já recebi um e-mail com essa história. É absurdo que ainda nos dias de hoje a intolerância faça parte de nossas vidas, a falta de respeito ao diferente seja presente no meio das pessoas. Como mensurar o valor de um ser pela sua cor de pele, ou sua crença? Isso não existe, não se mede, se respeita.
Mas que bom que também existam pessoas que como você difundem a compreenção e o respeito as diferenças em seu trabalho, na sua vida.

P.S.: Acho que você se confundiu acima quando falou sobre independência, amanhã dia 15 é dia da Proclamação da Republica...rs Acontece, vivo misturando as datas também.

Bjos e bom feriado.

Ley Freitas

Anna Rachel disse...

Anoca, já vi o filme e adorei tudo. O filme além de lindo é lúdico e leve para o tema exposto. É como a lista de Schindler. Ambos os filmes me fazem pensar muito na vida.
Ley, vc está certíssima... 15/Nov é dia de Proclamação da República e não Independência. Hssss Sorry. ;)

jeanne carvalho disse...

Oi é a primeira vez que passo por aqui, cheguei por aqui por causa deste post, que adorei.Terei que copiar essa mensagem tá?! Estou te acompanhando e vi que seu blog é muito bom!!!
Bjjsss !! e aguarde mais recados meus!!!!

jeito simples disse...

Oi minha princesa!
Você sempre abordando temas importantes e humanitários. Eu repudio todo e qualquer tipo de preconceito. Assino embaixo suas palavras.
Bjo grande.

Flaviane Koti disse...

Eu não tinha lido antes e realmente é de se aplaudir de pé. Com tanto preconceito e egocentrismo sendo despejado por aí, uma atitude dessas me faz sorrir.
Bjs

Wilton Chacon disse...

'O que me preocupa não é o grito dos maus, mas sim o silêncio dos bons.

Como tive a grande oportunidade de conviver profissionalmente contigo durante algum tempo, já conhecia esse seu lado interior que é tão lindo quanto o exterior.
Acrescentaria só que é preciso mais atitude, iniciativa dos que já vislumbraram o “BOM” o “BELO” enfim a vida em Harmonia.